Ser Elegante

Dicas e Textos

Home Dicas e Textos Dez decisões fashion para o início do ano



Dez decisões fashion para o início do ano

Um ano, quando está começando, sempre traz esperança de coisas boas. A possibilidade de começar do zero nos deixa leves e livres, sem ter de remoer remorsos ou repetir os mesmos erros. Dá aquela vontade de consertar tudo.

A coluna Dicas de Moda, com o espírito renovado, selecionou Dez Decisões de Ano Novo que toda garota fashion deveria tomar.

•Livrar-se das peças que não usa mais

Seja para circular a energia, segundo pregam as crenças orientais, seja para abrir espaço para o novo, segundo as minhas próprias, ou até mesmo para lhe colocar na real e mostrar de verdade com o que você pode contar no seu guarda-roupa, o início do ano é o momento ideal para se livrar do que não serve mais para você. Aproveite a empolgação para dar uma geral no seu armário e se livrar do que você não usou no último verão. Roupa apertada? Fora de moda? Não perca seu tempo com dúvidas, passe-as para frente. A roupa não te veste bem? Precisa de conserto? Não se iluda, dê fim ao que fica no meio do caminho. Se a roupa é boa, mas você não tem nada que combine com ela separe e passe para a decisão de número 2.

•Planejar seu guarda-roupa

Depois de experimentar suas roupas, vá compondo looks e os registre com sua câmera. Não se esqueça de combinar os acessórios: calçados, bijuterias, cintos, bolsas. Dê uma fuçada nas gavetas para achar aquele lenço tão bonito e que você sempre esquece de usar. Classifique por ocasião de uso: trabalho, fim de semana, festa formal, balada, academia, esporte, praia, enfim, as diversas atividades da sua vida. Organize as peças no seu armário conforme essas atividades e aproveite o espaço que sobrou para acomodar melhor o que é legal, mas estava escondido. Faça um levantamento das peças que faltam para fechar os looks da sua coleção pessoal: sapato para festa chique, top para academia, calça ou saia para combinar com uma blusa incrível que ganhou de Natal. Anote o que está sem par ou faltando em um caderno, que vai funcionar como um guia para as próximas compras. Imprima os looks legais que você fotografou, faça um bloco espiralado e deixe dentro do armário para os dias de pouca inspiração.

•Não surtar em liquidações

Depois dessa operação, você estará pronta para ir às liquidações sem surtar. Ao invés de despejar sua ansiedade em compras impensadas, leve seu caderno para as lojas, não sem antes fazer uma conta para ver quanto você pode gastar. Faça uma compra pensada, bem feita, que vai te deixar superorgulhosa, sem passar do orçamento e consultando a lista para completar sua coleção.

•Sempre experimentar, mesmo em liquidações.

Aproveite que está mais descansada e vá para as liquidações com calma. Experimente todas as peças, olhe as costas, sente e levante e, se estiver comprando calçados, vista os dois pés e caminhe pela loja. Só compre o que servir, ficar bonito em você agora e completar os seus looks. Não compre nada que você não saiba como ou com o que usar.

•Comprar pensando na qualidade

Examine bem a peça que está levando. Veja se não tem defeito, manchas ou furos. Saiba que isso é bem comum. Sinta o tecido com as mãos, veja se é agradável. Leia a composição do tecido, normalmente as peças de fibras naturais, como algodão, seda e linho, são melhores. Desconfie do poliéster, que, se não for uma microfibra incrível, esquenta muito. Acredite, existem marcas famosas que misturam poliéster ao algodão das camisetas para aumentar seu lucro, e quem paga o pato é você. Ridículo. Verifique se as costuras estão bem feitas, retinhas. Não ceda ao impulso, que faz parte do seu passado. Só compre se a peça for de qualidade.

•Não comprar à toa

Às vezes, a gente compra só porque é barato, porque serviu ou porque está na moda. Pese sua compra com parcimônia: você precisa mesmo de mais uma bolsa? Essa cor nude realmente combina com você? Será que ainda é tempo para usar a saruel? Só compre o que você realmente quiser ou precisar. Seja razoável e ecológica, ser consumista é cafona.

•Antecipar-se às festas importantes

Tem algum casamento marcado para o começo do ano? Festa de formatura? Alguma ocasião especial? Dedique o mês de janeiro, quando a cidade está mais vazia e todo mundo mais tranqüilo, para criar um look de arrasar, pesquisando as liquidações disponíveis. Já deixe vestido, bolsa, sandália, joias ou bijuterias preparados para não surtar na hora da correria. Fique esperta e agende já o cabeleireiro.

•Fazer uma bela coleção de camisolas e lingeries

Se já faz um tempo que você não está dando muita atenção à sua roupa íntima, já é hora de se cuidar. A coisa mais feia é calcinha com elástico quebrado, pijama desbotado ou sutiã velho. Tenha atitude e se desfaça de toda a velharia íntima que ainda tenha sobrado nas suas gavetas. Ano novo, vida nova.

•Cuidar de suas peças boas

Para que as roupas novas, nas quais investiu um bom dinheiro, se comportem bem, é preciso cuidar delas com carinho. Quando usá-las, pendure no cabide ao invés de embolá-las em um canto do quarto – hei, vida nova, lembra? -; nunca as guarde usadas e verifique com atenção as instruções de lavagem. Para as peças especiais, compre capas de tecido (plástico não é bom, pois a peça pode mofar), cabides estruturados e pague um bom tintureiro de confiança para as lavagens a seco. Guarde os sapatos limpos e quando necessário, engraxados, nas caixas e leve ao sapateiro sempre que preciso, para não destruí-los antes do tempo.

•Finalmente: usar a moda, sem ser usada por ela

A moda é um artifício da nossa civilização, que tem diversas funções. Classificação, exclusão e atualização são algumas delas. Percebo que muitas pessoas sentem-se inferiorizadas por não dominar alguns códigos da moda. Pois não se assuste, a moda é mais uma linguagem produzida por nós mesmos para nos sentirmos civilizados, sexies e poderosos. Se você gosta de moda ou precisa se vestir bem, não se intimide: leia revistas, leia a nossa coluna, é claro, assista aos desfiles, informe-se. Entre nas lojas, veja e experimente as roupas, todos têm direito. Compre só o que gostar e ficar bem em você e não gaste fortunas que não tem, não é necessário. Acima de tudo, divirta-se e se lembre que a moda é feita para você.

Mariana Rocha é consultora de moda, formada e pós-graduada pela Faculdade Santa Marcelina, onde é professora e pesquisadora de moda/uol

2009 - Ser Elegante - Todos os Direitos Reservados - Política de Privacidade

Consultoria e Desenvolvimento para Web