Ser Elegante

Dicas e Textos

Home Dicas e Textos "Barriguinha"



"Barriguinha"

Síndrome metabólica é uma das causas da "barriguinha" por Tamirys Collis

Você já ouviu falar de síndrome metabólica? É uma doença associada a um conjunto de fatores como obesidade, distribuição de gordura abdominal e alteração do metabolismo glicídico e lipídico. É importante falar e alertar a população sobre o problema porque segundo um estudo realizado na Bósnia, a prevalência de doenças cardiovasculares, infarto e acidente vascular cerebral foi três vezes maior em pacientes com síndrome metabólica. Portanto, preste atenção e saiba como identificar a doença.

Segundo a nutricionista Eliane Romantini, a associação de três ou mais fatores definem a síndrome metabólica. Veja quais são eles:

• Obesidade abdominal: circunferência maior que 102 cm nos homens e 88 cm nas mulheres

• Aumento do triglicérides no sangue: acima de 150 ml/dl

• Níveis baixos de HDL (colesterol bom): menor que 40 mg/dl em homens e menor que 50 mg/dl nas mulheres

• Pressão sanguínea alta: maior ou igual a 130/85 mmHg

• Níveis de glicoses sanguíneas iguais ou maiores que 110 mg/dl

Portanto, fique atenta. Se você tiver três ou mais fatores descritos acima combinados, significa que você tem síndrome metabólica e precisa cuidar da sua saúde. “O problema é considerado um fator de risco para doenças cardiovasculares e diabete tipo 2”, completa a especialista.

Para evitar ou até mesmo tratar a doença, o ideal é ter uma alimentação regrada e balanceada, composta por alimentos leves e saudáveis, como proteínas, carboidratos, verduras, legumes e frutas. Além disso, é indispensável a inclusão de atividades físicas na sua rotina. “Para evitar a síndrome metabólica, o ideal é que o paciente mantenha o peso adequado e evite acumular gordura abdominal. Para isso, deve alimentar-se bem e praticar exercícios físicos”, finaliza a nutricionista.

2009 - Ser Elegante - Todos os Direitos Reservados - Política de Privacidade

Consultoria e Desenvolvimento para Web