Ser Elegante

Notas

Home Notas A tradicional festa de debutantes



A tradicional festa de debutantes

Valsa, troca de vestidos, velas...

Saiba um pouco mais sobre a história das festas de debutante.

Diversas pessoas insistem em dizer que passado só existemem museu. Contudo, cada vez mais, os jovens se dão conta de que conhecer a história é fundamental para se compreender o presente e o futuro. Quer dizer: só poderemos mudar o que não gostamos se conhecermos os "porques" das coisas estarem como estão. Esta idéia vale tanto para grandes acontecimentos do mundo, ccomo para momentos que mexem profundamente com nossas vidas: nosso aniversário de 15 anos, por exemplo. Afinal, você nunca tece curiosidade de saber a origem daqueles rituais que tornam uma festa de debutante tão especial e emocionante?

O baile de debutantes surgiu em reinos europeus, sobretudo nos locais que hoje conhecemos como França, Inglaterra, Alemanha e Áustria. As famílias nobres realizavam um grande baile para a sociedade da época, tendo como objetivo principal mostrar que sua filha estava se tornando uma mulher. A própria origem da palavra francesa début significa estréia, início. Na realidade, a função do baile também era atrair possíveis pretendentes para a moça. Desta forma, mostrar que ela já não era mais criança significava dizer aos homens que ela estava pronta para ser uma boa esposa e mãe. Para aquele estilo de sociedade, o importante era o romantismo, e sim a aliança entre família nobres.

As danças executadas em cada lugar onde a debutante era apresentada variavam de acordo com os costumes locais. Contudo, será a valsa que se tornará uma espécie de dança oficial de eventos sociais. A origem da valsa provoca inúmeras discussões entre estudiosos. Há os que juram de pé junto que a valsa surgiu na Itália do século XVI, mas a idéia mas aceita é que a dança tenha surgido entre os séculos XII e XIII, como uma evolução de danças camponesas autríacas e alemãs. Nem sempre a valsa foi sinônimo de classe e elegância: os ingleses, por exemplo, a consideraram suja e imoral no século XIX, pois viam como um verdadeiro absurdo o homem envolver a mulher com os braços.

Essa tradição nobre de apresentar a filha para a sociedade se manteve com as famílias burguesas após a Revolução Francesa de 1789, e chegou com toda a força aos países colonizados, como Estados Unidos e Brasil. Aqui, a festa se tornou extremamente popular na década de 50 do século XX. Para economizar, as famílias passaram a realizar festas em conjunto nos clubes. Num só dia, várias meninas eram apresentadas à sociedade, gerando até colunas sociais sobre quem era a mais bonita, a mais simpática etc. Na década de 80, as meninas passaram a preferir presentes ou viagens no lugar da festa.

Nos anos 90 e 2000, a comemoração voltou com força total e reavivou tradições como a troca do vestido e as velas. Atualmente, o ritual se inicia com a troca de sapatos pelo pai, que possui dois significados: informar aos participanetes que a moça já está pronta para dar seus próprios passos e representar a passagem para a vida adulta (salto alto). À meia noite, a debutante coloca um vestido de gala, simbolizando a passagem de menina para mulher. Na hora da valsa, as 15 velas simbolizam os 15 anos de vida. Ao apagar cada vela, a debutante comemora o fim de uma etapa.

Ao contrário das décadas anteriores, a maioria dos bailes agora é realizado com apenas uma menina, tornando este momento ainda mais único.

Quem diria que uma festa para arranjar um bom partido para as moças se tornaria uma comemoração tão emocionante e divertida como as atuais festas de debutante...

Debutante acontece

2009 - Ser Elegante - Todos os Direitos Reservados - Política de Privacidade

Consultoria e Desenvolvimento para Web