Ser Elegante

Notas

Home Notas O sorriso foi minha arma, diz a recém-eleita Miss Universo 2011



O sorriso foi minha arma, diz a recém-eleita Miss Universo 2011

O sorriso foi minha arma, diz a recm-eleita Miss Universo 2011

"Realizado pela 1ª vez no Brasil, o concurso reproduziu exclusivamente os clichês a respeito do país"

“Nunca antes na história deste país”. Não tem nada a ver com Lula ou política, mas se encaixa perfeitamente com a eleição de Leila Lopes, a nova Miss Universo 2011, candidata de Angola que, pela primeira vez leva o título para seu país.

A eleita na 60ª edição do concurso, que aconteceu no Brasil pela primeira vez, revela que seu sorriso cativante foi a grande arma para vencer o certame. “Meu sorriso contagia as pessoas e mostra minha personalidade. Sou alegre e consegui mostrar que sou divertida”, conta a Miss Universo 2011.

Leila afirma que a grande dificuldade de sua jornada rumo à coroa foi a timidez. “Ficava com aquela dúvida: será que os jurados vão ver que eu tenho alguma

Ainda por conta da timidez, bem no início de sua luta pelo título, ela achava que não conseguiria, mas começou a acreditar no que as pessoas diziam, de que ela teria chance de ser miss. “Sempre sonhei com isso [ser miss] e comecei a dizer para mim mesma: ‘eu vou ganhar’. Disse para os meus amigos que queria ganhar aquela coroa”, conta a bela.

Durante as semanas que antecederam o Miss Universo, com uma agenda extensa e lotada de compromissos por São Paulo, Leila disse que aprendeu a ser mais respeitável e paciente. Em relação aos bastidores do concurso, ela frisa: “não é complicado, mas é outro mundo”.

Apelidada de “diamante africano”, quando questionada sobre racismo, Leila foi enfática na resposta: “racismo não me atinge. Os racistas sim devem procurar ajuda, porque não é normal uma pessoa pensar assim no século 21. Qualquer tipo de preconceito não tem fundamento”. Bárbara Paludeti/UOL

2009 - Ser Elegante - Todos os Direitos Reservados - Política de Privacidade

Consultoria e Desenvolvimento para Web