Ser Elegante

Novidades

Home Novidades Os 10 mandamentos de moda para o próximo inverno

Publicado em 4 de Fevereiro de 2010



Os 10 mandamentos de moda para o próximo inverno

Os 10 mandamentos de moda para o prximo inverno

Rendas de todos os tipos estão entre as tendências; na foto acima, desfile de Herchcovitch

De uma maneira geral, fora as pernas à mostra, o clima do último São Paulo Fashion Week não inspirou muito desejo ou sensualidade, tão caros à consumidora brasileira. A sisudez e a seriedade marcaram a maior parte dos desfiles da principal temporada de moda, em cortes austeros, modelagens rígidas e styling seco na passarela.

No lugar da sensualidade, uma sexualidade severa e latente apareceu em alguns momentos em transparências, recortes retos e geométricos e em formas rígidas nas coleções.

As tendências, porém, estavam todas lá. Ouviu falar que este tipo de coisa não existe mais na moda? Por favor, pode mandar vir falar comigo. Para os interessados em saber "o que vai se usar" na próxima estação, apresentamos os dez aspectos mais marcantes das coleções desfiladas no São Paulo Fashion Week Inverno 2010.

1. Mangas, mangas e mais mangas

Na cola dos lançamentos e tendências internacionais, amar as mangas sobre todas as coisas é o mandamento principal. Retas e futuristas (apareceram em Reinaldo Lourenço e Osklen) , arredondadas e bufantes, (Alexandre Herchcovitch, Samuel Cirnansck e Ronaldo Fraga ), sutis e elegantes (Huis Clos) e até mesmo imensas e alegóricas como o desfile da Amapô e do André Lima, as mangas são definitivamente o destaque desta estação;

2. Comprimentos curtos

Toda a sensualidade que restou à moda do próximo inverno ficou focada nas pernas nuas, com os comprimentos curtíssimos da estação. Não é novidade, eu sei, mas é moda que continua. Prepare-se e não cobice as pernas alheias, ainda dá tempo de deixar as suas coxas firmes para a estação mais fria. Para ajudar no seu visual, lance mão das meias-calças que vieram fortes, também. Veja abaixo;

3. Efeito meia-calça

Para ajudar quem não tem mais quinze anos ou está um pouco acima do peso – sim, porque para quem estiver muito acima do peso, talvez não seja uma solução – as meias-calças apareceram aos montes. Coloridas, estampadas, trabalhadas e com brilho. As leggings também são outra opção bastante vista nas passarelas, e contrabalanceiam os volumes da parte superior do corpo;

4. Texturas mil (lãs, tricôs, rendas, peles falsas e neoprene)

Ainda refletindo as influências dos desfiles internacionais, as matérias-primas usadas nas confecções das peças primam por expressar qualidades táteis diversas, exploradas na multiplicidade de aspectos têxteis e suas misturas. O material mais importante foi a lã, que apareceu em diversas formas: pesada ou leve, em "tweeds" ou feltros e com tratamentos como o metalizado. O tricô, herói da semana carioca, também esteve presente nas passarelas de São Paulo. As rendas e transparências também tiveram papel importante nos desfiles mais glamourosos, assim como as peles, que cumprindo com o mandamento "não matarás", foi toda sintética, ainda bem. Mas o couro está forte na estação e apareceu trabalhado e vazado. O veludo molhado também apareceu, mas causou alguns "muxoxos". Os bordados pesados causaram emoção, mas dificilmente serão produzidos para a venda. Os materiais também vieram com pegada tecnológica e esportiva, sendo o neoprene o material da hora. Materiais inusitados como cadarços e as experimentações têxteis também foram vistos;

5. Brilhos

Seguindo a cantilena internacional, os brilhos foram vedetes das passarelas. Afora aqueles que são continuidade de outras estações como os cetins, os paetês e os metalizados, o que "causou" nas passarelas foram os brilhos pesados, de pedras ou de cristais;

6. Momento vestido

O vestido imperou como peça mais importante das coleções. É certo que as saias também marcaram presença forte, mas o objeto de desejo da maioria dos fashionistas ao sair dos desfiles era mesmo o vestido. Amplo, assimétrico, volumoso, com babados ou drapeados, surgiram curtos ou na altura do joelho, dando uma opção a quem não quer mostrar muito as pernas;

7. Militar + esportivo

As modelagens e detalhes do vestuário militar continuam a sustentar as linhas de alfaiataria e de sarja da maioria das coleções. Agora elas aparecem misturadas com recortes de esporte, notadamente os de mergulho e o de ciclismo;

8. Ankle boots

As ankle boots também estão dando um novo rasante nas passarelas, depois de terem aparecido há algumas estações. Cuidado com elas, pois não favorecem muito a silhueta;

9. Estruturas

Pode-se ver na próxima estação uma preocupação muito forte com as e struturas das peças. Poucas roupas mais molengas foram apresentadas, e a malha parece varrida das passarelas. O que temos como farol apontando para o futuro são formas limpas, geométricas, minimalistas e estruturadas.

10. Cabelos presos

Não é a cara da brasileira, mas o fato é que, desde os desfiles do Fashion Rio, o que mais se viu foram os cabelos presos, molhados por gel. Eles enfatizam o clima sério da estação, que rompe com a sensualidade do estilo natural à la “Gisele” e cria um rosto novo para a década.

Fonte: BOL Notícias

2009 - Ser Elegante - Todos os Direitos Reservados - Política de Privacidade

Consultoria e Desenvolvimento para Web