Ser Elegante

Novidades

Home Novidades Gisele Bündchen desfila linha própria e comportada de lingerie

Publicado em 17 de Maio de 2011



Gisele Bündchen desfila linha própria e comportada de lingerie

Gisele Bndchen desfila linha prpria e comportada de lingerie

As mulheres que quiserem se sentir como Gisele Bündchen na intimidade irão vestir calcinhas até o umbigo e sutiãs comportados, se depender da coleção lançada pela top mais bem paga do mundo durante desfile na noite desta quinta-feira (12), em São Paulo.

O novo empreendimento de Gisele havia sido guardado a sete chaves, até furo de UOL Estilo na terça-feira. O anúncio oficial da nova coleção veio por meio de uma mensagem gravada, que tomou conta dos alto-falantes da sala antes do início da apresentação. “Vocês vão conhecer a Brazilian Intimates, meu sonho realizado pela Hope”, dizia a voz da modelo, que estava pronta no backstage, após posar para fotógrafos em frente a um painel com logomarcas da empresa de moda íntima, sua parceira de criação.

Gisele Bündchen, o desfile de lingerie

A top Gisele Bündchen lançou sua linha própria de lingerie, em parceria com a Hope, durante o primeiro desfile de calcinha e sutiã que fez no Brasil. A apresentação aconteceu em São Paulo (12/05/2011) Divulgação

Ao som de uma orquestra composta por 30 músicos e regida por André Abujamra, Gisele Bündchen desfilou conjunto nude, com tecido brilhante acompanhado por mangas transparentes e com aplicações de pedraria. A linha da modelo, toda em preto e nude (com uma onça ocasional), prioriza as peças discretas e com alguma transparência, que na apresentação ganharam ar elegante, acompanhadas pelo styling de chapéus e rendas – emprestadas do estilista Walério Araújo.

O desfile foi dirigido pelo produtor de eventos Carlos Pazetto, conhecido do público por suas participações no reality show “Brazil’s Next Top Model”. Pazetto foi responsável pelo primeiro desfile da top, ainda em início de carreira, e desde então repetiu a parceria outras quatro vezes. “Um desfile com a Gisele precisa de muito mais carinho, atenção e dedicação para que tudo fique perfeito, porque ela gosta que tudo fique perfeito”, disse ele.

Segundo o produtor, um desfile de moda íntima precisa de alguns cuidados especiais, como iluminação, styling e trilha sonora especialmente construídos para que as pessoas vejam a lingerie. Pazetto é a favor do clima elegante e pouco pomposo, bem contrário ao megashow da grife norte-americana Victoria’s Secret, com suas “angels” de asas. “É inverso no sentido que é brasileiro, a Hope é brasileira. A Victoria’s Secret tem muitas asas, que nasceram das águias americanas”.

A trilha sonora instrumental ao vivo, ganhou batidas eletrônicas pré-gravadas por Abujamra e toques de música nacional, com Tom Jobim e suas “Águas de Março”. Toda a composição musical foi feita em uma semana, e o grupo encontrou-se apenas uma vez para um ensaio no dia anterior para acertar as entradas de acordo com a partitura escrita por Abujamra. O compositor e Pazetto são amigos de longa data, quando tocavam juntos na banda Ve xame, ao lado da atriz Marisa Orth.

De volta à passarela, Gisele encerrou o desfile de sua coleção com duas peças pretas com detalhes transparentes e sutiã com tiras extra formando um triângulo invertido no colo da modelo. Em seguida, foi vez da Hope apresentar sua linha para a próxima estação: também comportada, mas de paleta mais diversificada, com cítricos e cores fortes, como pink e amarelo, e alguma estamparia. A übertop voltaria aos olhos do público, em terceiro look, ao término do desfile, com a fila final de modelos. Gisele Bündchen, que costumava desfilar para a moda praia da Cia. Marítima na semana de moda de São Paulo, nunca havia apresentado um desfile de lingerie no Brasil.

Fernanda Schimidt/uol

Fonte: UOL Estilo

2009 - Ser Elegante - Todos os Direitos Reservados - Política de Privacidade

Consultoria e Desenvolvimento para Web